Guia definitiva de Dropshipping 2018: Lista de Distribuidores e as melhores plataformas de venda

O dropshipping é um metódo de E-commerce que tem vindo a crescer exponencialmente de ano a ano, como o confirmam as varias noticias espalhadas pela internet.

Segundo a ACEPI (Associação da Economia Digital) e  o IDC (International Data Corporation) está previsto um grande crescimento no comércio online até 2025. As conclusões do estudo indicam que temos vindo a assistir a um aumento no número de utilizadores desde 2015. Até 2025, prevê-se que as percentagens se situem nos 68% de utilizadores no mundo e nos 90% na UE.

Em Portugal, temos vindo a assistir a um aumento de utilizadores. Em 2010 a percentagem de utilizadores era de 50 %, e em 2015 teve um aumento de 20 %, fazendo assim um total de 70% da população. As previsões para 2025, indicam que cerca de 90% de utilizadores vão usar o comércio eletrónico.

Faça o seu negócio crescer, receba as melhores dicas no seu email

Isto pode ser provocado por vários fatores, um deles pode ser a facilidade de fazer compras desde o conforto nosso sofá. Na maioria dos casos, podemos fazer a encomenda hoje e receber no dia seguinte o que facilita enormemente a nossa compra.

Mas o que é o Droppshipping?

O Dropshipping é um modelo de negocios que lhe permite trabalhar em parceria com armazenistas de produtos. Eles são os responsáveis por armazenar os produtos e de efetuar o envio dos mesmos.

Essa é a maneira mais fácil e económica de vender na sua loja online. A principal vantagem é que não precisa de armazenar os produtos mediante um armazém fisico.

Por outro lado, você não terá que pagar previamente os produtos nem precisa ter stock disponível para vender produtos.

De uma forma geral, você nunca terá um contato direto com os artigos que está a vender, simplesmente disponibiliza os mesmos na sua loja e atua de intermediário. Dessa forma, não corre o risco de ficar com o produto em stock por falta de compradores.

Outro ponto a favor é que nem precisa ter um site online para fazer dropshipping. Qualquer pessoa que quiser pode vender um produto. Na atualidade existem várias plataformas que nos permitem publicar anuncios, como por exemplo, o Mercadolivre, o Ebay, ou o OLX.

Qual é a diferença entre este modelo de negócios e o modelo tradicional?

A primeira diferença e também a principal é que não precisa de realizar o armazenamento dos seus produtos e muito menos de gerir o seu stock.

Um dropshipper evita que você tenha de:

• Armazenar produtos
• Embalar e enviar produtos pelos correios
• Investir dinheiro em produtos que não tem a certeza que irá vender

Isto deve-se a que o comerciante efetua a compra a um terceiro, que pode ser um fabricante ou um armazenistas, eles são os responsáveis de preparar as encomendas e efetuar a entrega aos respetivos clientes.

Principais vantagens de trabalhar com Dropshipping

A primeira de muitas vantagens que oferece o Dropshipping é a facilidade para emprender um negócio. É muito mais fácil, quando o vendedor não tem que lidar com a papelada, manipulação e supervisão dos produtos fisicamente ou presencialmente.

Estes são os principais aspectos que deve esquecer com o droppshipping:

  • Não tem que se preocupar com a preparação das encomendas
  • O envio das encomendas é feito pela empresa de dropshipping
  • Não tem um armazém, pelo que não tem que gerir o seu stock
  • Quase nem precisa de capital para iniciar a sua loja e-commerce
  • Não precisa de se preocupar com inventários
  • Também não tem que se preocupar em repor os produtos com pouco stock

1- Pode começar com pouco capital

Uma das grandes vantagens deste modelo de negócios é a possibilidade de entrar no mercado através de uma loja online, pelo que não é necessário um capital muito grande.

Contudo, a ideia é procurar atrair trafego, pelo que deve trabalhar a qualidade, eficiência e apresentação da sua loja online, se quiser atrair os seus próprios clientes.

Para ter um negócio de dropshipping, é fundamental que a sua empresa esteja devidamente registada e constituída. Só assim os dropshippers (armazenistas) irão negociar consigo, e confiar na sua empresa.

Para o registo mais rápido e sem problemas nós recomendamos a GAPIC (http://www.gapic.pt). A GAPIC são contabilistas certificados (é obrigatório ter um, quando regista a sua empresa), que lhe poderá dar apoio gratuito na constituição da sua empresa. São muito experientes em negócios de dropshipping e poderão dar-lhe mais indicações preciosas sobre a atividade.

2- As despesas fixas são mínimas

Para gerir o seu negocio de dropshipping só precisa de uma ligação á internet e um portátil. Pode optar por operar o seu negocio desde a sua casa, onde poderá usar o seu quarto como escritório para o converter no seu lugar de trabalho, assim será mais fácil gerir o seu negócio.

Isto vai permitir que as despesas fixas sejam mínimas em comparação com as despesas do aluguer de um escritório.

As principais despesas para quem quer começar no mundo do dropshipping são:

  • A internet é algo indispensável
  • Uma linha telefónica se queremos oferecer um bom apoio ao cliente
  • A despesa que pode supor o seu quarto
  • Algo de publicidade se deseja fazer crescer o seu negócio (Por exemplo, google Adwords, facebook ads, etc)

Durante o crescimento do nosso negócio, o dropshipping não conta com uma grande quantidade de despesas, somos nós os responsáveis de geri-la, como em qualquer tipo de negócio.

Lembre-se que as despesas de armazenamento são 0 porque não temos que armazenar nada.

Outro aspeto que deve considerar é o investimento em publicidade, para assim fazer crescer o seu negócio. Neste caso não é bem um gasto necessário, mas é algo fundamental para dar a conhecer os seus produtos.

3- Maiores possibilidades de crescimento e expansão

Conforme o seu negócio for crescendo, não vai ver o seu trabalho duplicado, como acontece nos modelos tradicionais de negócio.

O dropshippng conta com provedores que fazem uma grande parte do trabalho, pois são eles os quem processam as encomendas. Isto vai permitir você expandir o seu negócio sem a necessidade de realizar mais trabalho, pelo que a despesa também não vai aumentar.

No entanto, devemos referir que o crescimento das vendas requer um esforço adicional. Ou seja, vai ter que focar os seus esforços no serviço de apoio ao cliente, o qual pode ser delegado para uma outra pessoa ou se preferir fazer você mesmo.

4- Tem ao seu dispor uma grande variedade de produtos

Outra das grandes vantagens deste negócio, é que conta com uma amplia variedade de produtos para vender. Não precisa comprar antes de começar a oferecer esses artigos.

Isto vai lhe permitir contar com uma loja que dispõe de um amplio catálogo que pode ser dedicado a distintos setores do mercado.

5- Você pode escolher a localização da sua empresa

A localização pode ser onde você quiser, sempre que você contar com uma ligação a internet. Algo fundamental para ter uma comunicação regular com os armazenistas que disponibilizam o seus produtos.

Além do mais é realmente importante estar sempre em contato com os seus clientes, em caso de alguma dúvida ou até problema.

O mais aconselhável é você escolher um lugar onde pode se sentir confortável, um sitio onde pode trabalhar com calma e assim gerir o seu negócio da melhor maneira.

As principais desvantagens de trabalhar com Dropshipping

É provável que você esteja já decidido a empreender um novo negócio no mundo do dropshipping. No entanto é importante você conhecer as principais desvantagens, antes de começar.

É óbvio que existem também desvantagens neste tipo de negócios. Por isso mesmo, é realmente importante ter em consideração estes pontos, antes de arrancar o seu negócio.

1- As margens podem ser baixas

Devido a que é muito fácil se iniciar neste tipo comércio digital e os seus custos fixos são tão baixos, os comerciantes optam pela criação de lojas online a uns preços muito reduzidos. Isto como forma de dar um impulso nos benefícios e nas oportunidades de negócio, como consequência as margens baixam.

Por norma geral, quem opta por ter umas margens tão reduzidas,  são comerciantes que carecem de qualidade em quanto ao suporte e apresentação do site. Além do mais a atenção ao cliente é muitas vezes vergonhosa e se contam com um bom suporte, muitas vezes é pouco eficiente.

Tudo isto provoca uma grande competência emergente e crescente que pode arrasar com os benefícios de alguns nichos de mercado. Mas nem tudo está perdido e vamos te mostrar mais adiante como pode superar este aspeto.

2- Não precisa gerir o seu stock

A gestão do stock pode ser muitas vezes uma grande dor de cabeça e pode ser pior ainda quando tem uma loja com muitos produtos de diferentes distribuidores. Se o seu distribuidor contar com bastante stock do produto é mais fácil saber  se está disponível. Caso contrário, será mais complexo saber, além disso o stock pode receber várias modificações no decorrer do dia.

A boa noticia é que existem métodos que lhe vão permitir a sincronização do stock da sua loja com o armazenista. Mas também é possível que essa sincronização falhe, pois muitas vezes quem distribui esses produtos pode não contar com a tecnologia necessária.

3- Erros ou problemas com o Armazenista

Você poder trabalhar até com os fornecedores com melhor reputação do mundo, mas nunca vai ficar isento de alguns problemas que podem surgir.  Por exemplo, o processo de envio pode ser afetado por algum erro. Nesse caso você tem que se fazer responsável e pedir desculpas aos seus clientes pela demora na entrega.

É aconselhável você evitar os fornecedores medíocres ou de pouca qualidade. Essa é a forma mais fácil de evitar todos os problemas que podem surgir durante o crescimento da sua loja online.

Lembre-se que deve evitar prejudicar a reputação da sua loja, para isso é realmente fundamental evitar todos os obstáculos que podem surgir.

Como encontrar uma empresa que faça Dropshipping?

O processo de criação de um negócio Dropshipping é muito semelhante a um negócio convencional.

Aqui o  fundamental encontrar um armazenista com preços competitivos e ao mesmo tempo com um bom serviço.

Se tiver o azar de escolher um mau armazenista, ele irá demorar na entrega do produto, ou mesmo entregar o produto errado, ou talvez nunca efetuar a entrega.

Devemos também referir, que um armazenista não irá prestar os seus serviços de forma gratuita. Como consequência quando você compra produtos a um armazenista, eles irão incluir uma taxa para suportar os custos de embalagem, envio e gestão da informação. Um custo que normalmente deve ronda os 2-5 € por produto. Um fator que deve ter sempre em conta de forma a analisar o preço de benefício do seu negócio.

Antes de escolher um armazenista, deve ter cuidado com os produtos que irá ter na sua loja online. Pode ser tentador ter um produto inovador e fora do comum na sua loja online, mas verifique sempre se o armazenista tem experiência com dropshiping. Ou seja, a receber a sua ordem de compra, e a embalar o produto e enviá-lo ao seu cliente.

1. Antes de contatar o armazenista, contatar o fabricante

Esta é a nossa forma favorita para localizar facilmente armazenistas confiáveis. Em primeiro lugar descubra os produtos que quer vender, e descubra também a localização online dos fabricantes desses produtos. Ou seja, vá diretamente à marca.

Basta entrar em contato por email, ou telefone, ou chat, com os fabricantes e perguntar-lhes quem são os armazenistas na sua região.

Depois de encontrar armazenistas, terá de entrar em contato para saber se eles trabalham em regime de dropshipping. A maior parte dos armazenistas trabalha com uma série de fabricantes.

Se você descobrir o armazenista das principais marcas, saberá que está a trabalhar com um armazenista confiável e ele provavelmente terá outros produtos que poderá comercializar também.

2. Pesquise armazenistas pelo Google

Usar o Google para pesquisar armazenistas com dropshipping de confiança pode parecer óbvio, mas existem duas ou três regras que deve ter presente antes de o fazer:
• Tem que se procurar em profundidade, e não confiar apenas nos primeiros resultados do Google. Os armazenistas são péssimos a fazerem publicidade de si mesmos. Isto quer dizer que terá de fazer pesquisas, página após página, para conseguir identificar os armazenistas certos. Isto quer dizer analisar centenas e centenas de resultados.
• Não julgue o armazenista pelo aspeto do website. Os armazenistas têm habitualmente sites pouco apelativos mas isso não quer dizer que não sejam credíveis e uma boa aposta. Não deixe que o aspeto do website o assuste.
• Na sua pesquisa utilize muitas variáveis. Não procure apenas por “dropshipping do produto x”. Tente usar variantes como “dsitributor” “reseller” “bulk” “warehouse” “supplier”. Escusado é dizer que a maior parte dos dropshippers não estão localizados em Portugal, pelo que terá de dominar a língua inglesa minimamente.

3. Encomende produtos da concorrência

Este é um velho truque que consiste em encomendar um produto (aquele que você quer ter na sua loja online) à concorrência. Assim que você receber o produto, veja a morada do remetente. Essa morada é a morada do dropshipper do seu concorrente. Depois basta colocar essa morada no Google e verificar os resultados. Os resultados deverão identificar o dropshipper em questão.

4. Assista a Feiras e Trade Shows da Especialidade

Considerando que se irá concentrar num nicho (isto é, especializar-se numa determinada gama de produtos, como eletrodomésticos, artigos de telemóvel, moda, etc.) poderá tentar estar presente em feiras da especialidade. Nessas feiras e trade shows estão presentes os grandes fabricantes e os armazenistas com quem poderá estabelecer parcerias

5. Pesquise em diretórios na internet

Uma das questões mais comuns entre os aspirantes a e-commercers é: Deverei pagar para ter acesso a um diretório de fornecedores? Um diretório de fornecedores é uma base de dados que está organizada por mercados (ex: moda, telemóveis, etc.). Apesar de tentadoras, os diretórios existentes na internet não são absolutamente necessários. Com as técnicas que já apresentámos, você deverá conseguir encontrar armazenistas confiáveis. No entanto, é muito mais rápido utilizar os diretórios.

Existem muitos diretórios, mas estes são alguns que podemos destacar:

• Worldwide brands (https://www.worldwidebrands.com)
• Salehoo (http://www.salehoo.com)
• Doba (http://www.doba.com)
• Wholesalecentral (http://www.wholesalecentral.com)
• Zentrada (https://www.zentrada.eu/)
• Global Sources (http://www.globalsources.com/wholesale/European.html)
• Bigbuy (https://www.bigbuy.eu/en/b2b-wholesale.html)

Estes são alguns exemplos, agora é você quem deve valorar a empresa com a qual quer ter uma parceria.

Outros sites como o Aliexpress, ou por exemplo, o Alibaba, são outros sites onde pode encontrar alguns vendedores que fazem Dropshipping. Neste caso recomendamos você ter em conta a avaliação de cada vendedor, para saber se realmente pode confiar nele. Normalmente muitos deles avisam na descrição do produto que realmente eles fazem dropshipping.

Antes de escolher um vendedor é aconselhável você entrar em contacto com ele, perguntar se realmente fazem dropshiping e talvez negociar os preços.

Conclusão

O Dropshipping é sem dúvida uma boa maneira de começar um negócio, para alguém que não dispõe de muitos recursos económicos.

No entanto, antes de arrancar com o seu negócio, faça um estudo de mercado para saber se realmente pode ter clientes interessados.

Uma boa ideia é você escolher um nicho de mercado, pois assim vai ter menos competência e será mais fácil conseguir um melhor posicionamento em sites como o Google. Use alguma destas ferramentas SEO para saber se realmente os seus produtos podem suscitar o interesse da sua audiência. Outra alternativa pode ser o Google Trends.

Já conhecia o dropshipping? Conhece algum diretório e quer partilhar com a comunidade? Deixe o seu comentário.

About Ivo Pereira

Desde muito jovem, um eterno amante do empreendedorismo. Com 18 anos sai da minha zona de conforto e desde esse momento a minha vida mudou completamente. Formado em Espanha em redes e sistemas informáticos, desde muito cedo me apercebi as oportunidades que gerava o mundo digital. Foi então quando decidi que devia me formar em outras áreas do mundo digital e comecei um nova etapa, desta vez me tornei num Webdesigner, consultor SEO e SEM. Trabalhei como freelancer para importantes empresas na Europa, sediadas na Holanda, pais no qual permaneci durante 4 anos. Agora decidi ajudar milhares de pessoas que desejam criar o seu próprio negócio ou que talvez queiram expandi-lo a nivel digital.

Anterior

19 Ferramentas SEO gratuitas para encontrar palavras-chave