Recursos

Recursos para criar um blog ou site profissional

Nesta página vais poder encontrar todos os recursos e ferramentas que eu utilizo neste blog e que serviram para eu criar um red de blogs online e viver desses mesmos blogs em 6 meses.

Quando comecei também me custou imenso ter que fazer vários investimentos: contratação de alojamento web, comprar um dominio, um template e por ai fora. No entanto, se eu tivesse que começar de novo, optaría pela contratação dos serviços que indico nesta página.

Depois de investir nesses recursos ganhei:

1º Tempo – Muitas destas ferramentas vão facilitar as tuas tarefas, fazendo com que não percas tempo com coisas pouco relevantes para o teu projeto.
 
2º Menos dores de cabeça – Eu também já tive um alojamento web low cost e templates gratuitos. Não usei esses serviços durante mais de um mês.  Não compensavam as dores de cabeça e as horas que passava para resolver problemas, durante horas a fio á frente do meu pc.
 

Criar um site

Se já tomas-te a iniciativa de empreender um novo negócio online ou blog, a primeira coisa que precisas é um site. Nesse caso devo realçar que criar um blog gratuito no Blogger não é suficiente porque não fornece o control e a flexibilidade que tu precisas. Além disso, vais dar uma imagem muito pouco profissional.

A melhor alternativa é comprares um dominio, contratar um hosting e contar com a tua própria instalação do WordPress. Vamos então conhecer todo aquilo que precisas para começar, bora lá?

Onde compro os meus dominios?

Sem lugar a dúvida, existe uma empresa que se tem vindo a destacar nesta área. O NameCheap conta com uma excelente qualidade/preço e é por isso mesmo a melhor solução existente no mercado. A média de preços ronda os 10€ (Varia em função do tipo de dominio que tu desejares) e além disso eles vão te oferecer 12 meses de WhoisGuard para proteger a tua privacidade. 

Qual é o hosting ou alojamento web que eu escolho?

SiteGround é o alojamento web que eu uso neste blog, assim como na maioria dos meus projetos. Contam com um serviço técnico excepcional que se destaca principalmente pela sua eficacia e rapidez na na atenção ao cliente. Além disso, eles contam com datacenters em países como: EUA, Reino Unido, Singapura e Holanda. Se existe serviço que eu posso recomendar é o do SiteGround, por isso mesmo é para mim o hosting nº1.

Em outros projetos mais voltados para Portugal, opto por serviços como os da WebTuga ou PTServidor. Ambos contam com datacenters em território nacional pelo que é também uma boa aposta, tendo em conta a qualidade/preço do serviço, assim como a atenção ao cliente que ambas as empresas dispõe. Consulta, também o post sobre os melhores servidores portugueses para mais informação.

Quais são os templates que eu uso?

Embora existem muitos templates gratuitos bem bacanos, todos os projetos ambiciosos costumam usar sempre templates premium. As vantagens são muitas: atualizações, suporte técnico, uma melhor segurança e melhores funcionalidades.

Outro dos templates que mais uso nos meus projetos é o GeneratePress, sem dúvida um template muito fácil de personalizar sem saber nada de código. Se não és um usuário que não tem muito conhecimento a nivel de código, este é o teu theme. Sem dúvida, um dos melhores que passou pelas minhas mãos. Criei um post onde falo sobre as principais vantagens do GeneratePress, onde podes analisar se realmente te pode ajudar no teu projeto.

Como faço as minhas campanhas de e-mail marketing?

Uma das partes principais de qualquer negócio online, é a lista de e-mails. Ter os e-mails das pessoas que estão interessadas naquilo que tens para dizer, vai-te permitir entrar em contato diretamente com eles, para lhes informares do lançamento de um novo produto ou qualquer novidade.

Mailchimp é o serviço que eu uso para gerir as minhas listas de e-mails. É muito fácil de usar e é totalmente gratuito se tiveres menos de 2.000 pessoas inscritas. Com as suas ferramentas, vais poder criar formulários, enviar mensagens, programar auto-responders, fazer testes A/B e muito mais.

Se existe um plugin do qual eu não posso prescindir, esse é o Thrive Leads. Com este plugin vais poder criar formulários de captação de e-mails, em questão de minutos sem saber nada de código ou de web design. Esse formulários podem ser colocados onde tu desejares, seja no sidebar, um pop-up, ao final de cada post, na página principal, existe uma variedade de opções.

Como faço as minhas landing pages?

As landing pages são páginas usadas para vender um serviço ou um produto, por isso mesmo é importante contares com um plugin que te facilite todo o processo de criação dessas landing pages. Esses plugins são perfeitos para quem não tem a mínima noção básica de programação e quer criar um site responsive e muito fácil de criar.

Elementor é plugin que eu uso em todos os meus projetos. A facilidade com a qual posso criar landing pages faz deste plugin o meu preferido. As suas atualizações são constantes, pois conta com uma grande comunidade. Este é um dos plugins que não falta em nenhum dos meus projetos e aconselho a usares também no teu.

Outro plugin que eu já usei há algum tempo atrás é o Thrive Architect. Este é um plugin muito parecido ao anterior. A principal razão pela qual uso o anterior, deve-se ao facto de ser mais barato que esta alternativa. No entanto, este também conta com muitos templates que te podem servir de exemplo para as tuas landing pages.